BRASÍLIA (Reuters) – A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou nesta quarta-feira (10) um projeto que abre espaço no orçamento da seguridade social em favor do Ministério da Cidadania no valor de R$ 9,3 bilhões com o objetivo de custear o Auxílio Brasil, programa de transferência de renda que vai substituir o Bolsa Família.

O governo Jair Bolsonaro havia encaminhado esse projeto ao Congresso no final de outubro para viabilizar o remanejamento dos recursos. A proposta deverá ser apreciada nesta quinta-feira em sessão do Congresso Nacional.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).