O preço dos combustíveis está mais caro nas bombas de abastecimento. O etanol é o que acumula maior alta nos últimos 12 meses: está 49,08% mais caro, segundo os dados do IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15) divulgados nesta sexta-feira (23) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A grande dificuldade para o consumidor é que a gasolina também está mais cara: o combustível acumula alta de 40,32% no período. Em julho, a gasolina registrou inflação de 0,5%.

Veja o acumulado na prévia da inflação de cada combustível:

  • Diesel: 39,24%
  • Etanol: 49,08%
  • Gasolina: 40,32%
  • Gás veicular: 32,23%

Como decidir entre etanol ou gasolina? Durante muito tempo, a conta que se fez foi observar se o preço do etanol custava até 70% do da gasolina. Se custasse mais de 70%, era preferível usar gasolina.

Especialistas dizem que esse percentual pode variar de veículo para veículo. A orientação então é encher com um combustível e avaliar quando ele roda. Depois, trocar para outro combustível e fazer a mesma avaliação. Com esses dados, o motorista verifica se a diferença de desempenho é superior ou inferior a 70%.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).