PEQUIM (Reuters) – A China venderá 30 mil toneladas de carne suína congelada de suas reservas estatais em 15 de janeiro, de acordo com aviso publicado pelo Centro de Reserva e Gestão de Mercadorias da China nesta terça-feira.

A China realizou diversas vendas de carne suína de suas reservas nas últimas semanas, visando aumentar a oferta antes de um salto no consumo esperado devido ao feriado do Ano Novo Lunar, em fevereiro.

As vendas totais de carne suína das reservas totalizaram mais de 670 mil toneladas no ano completo de 2020, com o governo chinês buscando assegurar a oferta do tipo de carne preferido dos chineses após um surto de peste suína africana que dizimou o rebanho suíno do país e reduziu a produção.

(Por Hallie Gu e Dominique Patton)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).