SÃO PAULO (Reuters) – Vendedores de soja do Brasil tiveram maior interesse em negociar o produto, após os contratos futuros da Bolsa de Chicago terem atingido os maiores patamares nominais desde setembro de 2012, chegando a operar em 16,605 dólares/bushel na última quarta-feira, avaliou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

“Esse cenário elevou a movimentação nos portos brasileiros. E vendedores nacionais tiveram maior interesse em comercializar a soja em detrimento do milho, fundamentados na safra recorde da oleaginosa e nas expectativas de maior estoque de passagem (no Brasil)”, disse o Cepea.

A avaliação foi feita após a consultoria Datagro mostrar na véspera um atraso nas vendas da próxima e da safra atual, na comparação com o mesmo período de 2020. A empresa de análises observou que produtores esperam valores ainda mais altos para vender mais, diante de expectativas sobre como será desenvolvida a safra nos Estados Unidos.

(Por Roberto Samora)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).