Por Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) – A CelgPar, controlada pelo governo de Goiás, convocou assembleia de acionistas para deliberar sobre proposta de venda da totalidade de suas ações na elétrica Celg GT, que possui ativos de geração e transmissão de energia.

A assembleia para decidir sobre a alienação das ações na empresa foi agendada para 11 de fevereiro, segundo comunicados da CelgPar nesta quarta-feira.

A decisão será tomada com base em estudos de um consórcio contratado para apresentar avaliações econômico-financeiras da Celg GT e propostas de modelagem para a privatização.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).