Por Karl Plume

(Reuters) – O primeiro lote de soja a granel dos Estados Unidos a partir da Costa do Golfo do Texas em cerca de seis meses foi carregado e despachado na semana passada de um terminal da Cargill, em um sinal de mudança nos fluxos de comércio após o furacão Ida, segundo traders e fontes de embarque.

O navio Spar Rigel foi carregado no início da semana passada com cerca de 55.000 toneladas de soja no terminal da Cargill em Houston, um ponto de venda que normalmente carrega trigo e sorgo cultivados nas proximidades, de acordo com um line-up de navios visto pela Reuters.

O embarque incomum é o primeiro de vários lotes de soja que devem ser carregados nas instalações da Cargill no Texas neste outono no hemisfério norte, depois que um dos dois terminais da empresa na Costa do Golfo da Louisiana – o principal do país para milho e soja embarcados pelo rio Mississippi – foi severamente danificado pelo furacão Ida em 29 de agosto.

A Cargill enfrenta um caminho mais longo para a recuperação do que os exportadores rivais, incluindo Bunge Ltd, Archer-Daniels-Midland Co e Louis Dreyfus Co, e pode ter custos mais altos para redirecionar as exportações.

A poderosa tempestade inundou e danificou os terminais de exportação de grãos da Louisiana ao longo do Mississippi, de Baton Rouge ao Golfo do México, interrompendo os embarques poucas semanas antes da colheita do outono e do período de pico de exportação do polo de grãos.

A Cargill deve transferir alguns de seus carregamentos do Golfo da Louisiana para outras instalações, enquanto seu terminal Reserve, na Louisiana, é reparado.

“Eles foram atingidos com mais força do que qualquer um” pela tempestade, disse um trader de soja dos Estados Unidos de uma empresa exportadora rival. “Eles estão movimentando alqueires da melhor maneira que podem … Eles têm sorte de ter essa capacidade no Texas.”

Outro navio, o Zheng Jun, estava sendo carregado com soja no terminal da Cargill no final da semana passada, de acordo com um line-up de navios e dados de embarque da Refinitiv Eikon.

Os terminais da Costa do Golfo do Texas carregaram apenas cerca de 18 navios de soja até agora neste ano, em comparação com mais de 300 na Costa do Golfo da Louisiana, segundo dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês).

A Cargill não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

(Reportagem de Karl Plume em Chicago)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).