Por Rod Nickel

WINNIPEG, Manitoba (Reuters) – O Canadá reduziu sua estimativa de colheita de canola do país, a menor em 14 anos, e reduziu sua avaliação de produção de trigo durum para o menor patamar já registrado, uma vez que uma severa seca atingiu as safras das pradarias, segundo mostrou um relatório do governo nesta sexta-feira.

O Canadá é um dos maiores exportadores mundiais de trigo e o maior produtor e exportador de canola, usada na produção de óleo vegetal e ração animal. A seca do país contribuiu para uma queda na oferta global de trigo de alta proteína, essencial para a panificação.

Os preços da canola dispararam este ano para máximas históricas, à medida que processadores e países importadores como China e Japão competiam por oferta escassa.

A produção de canola totalizou 12,6 milhões de toneladas, um pouco abaixo da estimativa de setembro da Statistics Canadá de 12,8 milhões, que também era a expectativa média do comércio em uma pesquisa da Reuters.

A StatsCan estimou a colheita total de trigo em 21,7 milhões de toneladas, inalterada em relação à estimativa anterior, mas superando a expectativa média do mercado de 21,2 milhões de toneladas.

A colheita de trigo caiu 38,5% em relação ao ano passado.

StatsCan cortou sua estimativa de trigo durum, que é usado para fazer massas, de 3,5 milhões para 2,7 milhões de toneladas.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).