A Caixa Econômica Federal reduziu a taxa de juros para o financiamento imobiliário corrigido pela poupança. A taxa mínima passará de 3,35% para 2,95% ao ano mais o rendimento da poupança.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (16) pelo presidente do banco, Pedro Guimarães. A partir do dia 4 de outubro os consumidores podem fazer as simulações e, as contratações, a partir de 18 de outubro.

O cliente terá até 35 anos para pagar o financiamento, além da opção de carência de seis meses para o início da parcela de juros e amortização. Hoje, a carteira de crédito habitacional da Caixa é de R$ 534,6 bilhões, com cerca de 5,8 milhões de contratos.

“Essa foi uma primeira calibrada, que faz sentido, porque nosso spread aumentou. Quanto maior a Selic, maior é o ganho de todo banco que tem captação barata”, afirma Guimarães.

O Itaú e o Bradesco cobram taxas a partir de 2,99% mais a correção da poupança.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).