NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do café negociados na ICE fecharam em forte queda nesta sexta-feira, com os preços tanto do arábica quanto do robusta atingindo os menores níveis em quase duas semanas, enquanto o açúcar bruto terminou a sessão em alta.

CAFÉ

* O contrato maio do café robusta fechou em queda de 25 dólares, ou 1,8%, a 1.381 dólares por tonelada, menor patamar em quase duas semanas.

* A corretora Marex Spectron, em relatório divulgado nesta sexta-feira, estimou a safra de robusta (conilon) do Brasil em 20,8 milhões de sacas, alta de 9,5% em relação à temporada anterior.

* O relatório projetou um superávit de 1,4 milhão de sacas de robusta em 2021/22, mas um déficit de 12,1 milhões de sacas de arábica.

* O café arábica para maio recuou 3,3 centavos de dólar, ou 2,5%, para 1,2885 dólar por libra-peso.

* A Marex Spectron projetou a safra de arábica do Brasil em 2021/22, um ano de baixa no ciclo produtivo bienal do país, em 32,8 milhões de sacas, forte queda em relação aos 50 milhões de sacas da safra anterior.

* O clima mais úmido previsto para áreas cafeeiras do Brasil nos próximos dias também foi citado como um fator baixista.

AÇÚCAR

* O contrato maio do açúcar bruto fechou em alta de 0,14 centavo de dólar, a 16,40 centavos de dólar por libra-peso, impulsionado em parte pelo avanço nos preços do petróleo, que atingiram o maior nível em quase 14 meses.

* A trading Sucden disse em nota nesta sexta-feira que espera um pequeno déficit global de açúcar em 2021/22, já que o aumento da produção no Hemisfério Norte será compensado por uma produção menor no Brasil.

* A Sucden estima que a produção total de sacarose no centro-sul do Brasil cairá cerca de 10% na nova temporada, devido a uma safra menor de cana –estimada entre 575 milhões e 580 milhões de toneladas– e à menor concentração de açúcar na cana.

* O açúcar branco para maio avançou 1,50 dólar, para 463,50 dólares a tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Nigel Hunt)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).