O C6 Bank vai conceder pontos no Átomos, nome do seu programa de fidelidade do banco, para os clientes que cadastrarem número do celular e CPF como chaves do PIX na instituição financeira. Para quem não sabe, as chaves são as formas de identificar a conta de quem recebe um pagamento ou transferência pelo novo sistema de pagamentos instantâneos, que estreia em novembro.

Como essas chaves serão usadas? Na hora de fazer uma transferência, em vez de digitar nome, CPF, nome do banco, número da agência e conta, a pessoa só precisará colocar uma das chaves, que pode ser o CPF, número do telefone ou do e-mail.

Quantos pontos serão dados? Depende do tipo de cartão que o cliente possui. Clientes com cartão C6 Carbon, modalidade correspondente à versão Mastercard Black, receberão 500 pontos por mês durante os 12 primeiros meses, somando 6.000 pontos Átomos. Clientes com cartão C6, modalidade isenta de anuidade, ganharão 100 pontos por mês no mesmo período, totalizando 1.200 pontos Átomos.

O que é esse pré-cadastro? O cadastro efetivo das chaves poderá ser feito a partir do dia 5 de outubro. Mas os bancos já estão realizando o pré-cadastramento de seus clientes.
Mas nem sei o que é PIX! Esse é o nome do sistema de pagamentos e transferências instantâneas criado pelo Banco Central. Com ele, a transação leva até 10 segundos para ser concluída, 24 horas por dia, sete dias da semana.

Para efeito de comparação, uma transferência por DOC ou TED leva até três dias e os bancos cobram R$ 10, em média, dependendo do pacote de tarifas do cliente. No PIX, a transferência é gratuita.

Para que servem os pontos do Átomos? Os pontos acumulados no Programa de Pontos Átomos por passagens aéreas e diversos produtos e serviços, de eletroeletrônicos a vinhos e diárias em resort. O usuário pode usar apenas pontos ou pontos mais dinheiro para fazer os resgates.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.