BRASÍLIA (Reuters) – O Brasil teve déficit em transações correntes de 1,699 bilhão de dólares em setembro, com o rombo em 12 meses subindo a 1,30% do Produto Interno Bruto (PIB), divulgou o Banco Central nesta sexta-feira.

O resultado veio ligeiramente pior que o déficit de 1,553 bilhão de dólares esperado por analistas em pesquisa Reuters. Os investimentos diretos no país (IDP) alcançaram 4,495 bilhões de dólares, também abaixo de expectativa no mercado de 5 bilhões de dólares.

Para o mês de outubro, o BC projetou déficit em transações correntes de 4,2 bilhões de dólares e IDP de 4 bilhões de dólares. Até o dia 19 deste mês, o fluxo cambial ficou negativo em 1,209 bilhão de dólares, disse ainda o BC.

(Por Marcela Ayres)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).