Por Ana Mano

SÃO PAULO (Reuters) – O Brasil deve colher um recorde de 132,4 milhões de toneladas de soja em 2021, ainda que produtores tenham enfrentado seca no início da semeadura, o que derrubou o potencial produtivo em estados-chave como Mato Grosso, disse nesta quinta-feira a consultoria Agroconsult.

“Mato Grosso sempre foi o Estado que puxava as médias de produtividade de soja para cima. É o Estado que tem maior área e estabilidade de produtividade. Mas este ano é o que exige mais atenção”, disse o presidente da consultoria, André Pessôa.

Ele afirmou ver um viés positivo para a soja em nível nacional. A consultoria, no entanto, projetava em novembro uma colheita de soja de 133,2 milhões de toneladas.

A área plantada com a oleaginosa cresceu 4%, para 38,4 milhões de toneladas, ainda segundo a Agroconsult.

“Apesar do susto que a turma levou, a chuva deu uma ‘firmada'”, disse Pessôa, em referência a regiões produtoras onde a falta de chuva prejudicou o plantio.

(Por Ana Mano; Edição de Luciano Costa)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).