Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar nesta sexta-feira, ao comemorar mais uma vez os 1.000 dias de seu governo, que o Brasil foi um dos países cuja economia menos sofreu durante a pandemia do coronavírus e que será um dos terá melhor situação ao final dela.

O país teve uma queda de 4,1% do Produto Interno Bruto em 2020, quando a previsão do Fundo Monetário Internacional era de um crescimento de 2,55%.

Os mesmos dados do FMI mostram que pelo menos outros 20 países tiveram quedas menores no PIB, incluindo China, Estados Unidos, Nigéria e Indonésia.

Ao mesmo tempo, o Brasil é o segundo país com mais mortes causadas pela pandemia e o terceiro em número de casos.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).