Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que aceitou convite do presidente russo, Vladimir Putin, e deve viajar à Rússia em fevereiro ou março do ano que vem.

Bolsonaro avaliou, na tradicional transmissão semanal ao vivo em redes sociais, que encara a viagem à Rússia como uma oportunidade para abrir caminhos para a economia brasileira, dada a dimensão do mercado russo.

“O presidente Putin, da Rússia, nos convidou para visitar a Rússia”, disse Bolsonaro na live. “O convite está aceito, me sinto muito feliz, muito honrado, e obviamente isso abre janela de oportunidade para nosso país”, acrescentou.

O presidente informou que ainda não definiu quais ministros irão acompanhá-lo na visita oficial, mas já adiantou que o foco principal serão as questões econômicas.

“Há um interesse, então, da Rússia aqui no Brasil”, disse Bolsonaro.

“Vamos aprofundar esse relacionamento com a Rússia”, citando, também a importância das relações com a China. Vamos aqui nos preparar para fazer dessa visita uma oportunidade de alavancarmos a nossa economia.”

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).