BUENOS AIRES (Reuters) – A produção de milho da Argentina deve alcançar 48 milhões de toneladas, frente aos 46 milhões estimados anteriormente, graças a rendimentos melhores que os previstos, afirmou nesta quinta-feira a Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

“À medida que as colheitadeiras avançam sobre as lavouras tardias, os lotes colhidos superam as expectativas iniciais. Particularmente, sobre a província de Córdoba”, informou a entidade em seu relatório mensal sobre produção de cultivos.

A Argentina é o terceiro maior exportador mundial de milho e soja em grãos.

(Reportagem de Hugh Bronstein)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).