O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinará um decreto executivo nesta segunda-feira (25) para endurecer regras de licitações do governo, a fim de aumentar as compras de produtos feitos no próprio país. A medida é parte da promessa do democrata na campanha de fortalecer a indústria doméstica.

As novas políticas incluirão um reforço em regras de licitação do governo a fim de dificultar que agências federais comprem produtos importados, revisar a definição de produtos feitos nos EUA e elevar as exigências de conteúdo local. O decreto também buscará garantir que empresas pequenas e médias tenham melhor acesso à informação necessária para disputar contratos com o governo.

As políticas de Biden são monitoradas de perto por aliados, que esperam uma relação comercial mais amigável do que durante o governo do presidente Donald Trump. O novo líder tem repetido que trabalhará de perto com os aliados em questões de regras no comércio multilateral.

Ministro das Relações Exteriores do Canadá, Mark Garneau comentou no domingo à Canadian Broadcasting Corp que o premiê Justin Trudeau demonstrou preocupação sobre o programa a ser lançado por Biden, durante um telefonema na sexta-feira entre líderes da América do Norte. Garneau disse esperar que uma solução possa ser encontrada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).