Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, disse no Twitter nesta quinta-feira que conversou com o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-PI), e que ambos desmentiram a ele “enfaticamente” relatos de que Braga Netto teria feito ameaças à eleição do ano que vem.

O relato da suposta ameaça foi publicado em reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, que disse que o titular da Defesa enviou recado a Lira por meio de “um importante interlocutor político” de que a eleição só aconteceria se o Congresso aprovasse a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto impresso.

“Conversei com o ministro da Defesa e com o presidente da Câmara e ambos desmentiram, enfaticamente, qualquer episódio de ameaça às eleições. Temos uma Constituição em vigor, instituições funcionando, imprensa livre e sociedade consciente e mobilizada em favor da democracia”, escreveu Barroso em um tuíte.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).