BUENOS AIRES (Reuters) – A atividade econômica da Argentina recuou 2,6% em fevereiro na comparação com o mesmo período do ano passado, informou o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec) nesta quinta-feira, número pior do que o projetado pelos analistas.

O índice de atividade econômica da Argentina (Emae) registrou queda de 1% sobre janeiro, em dado com ajuste sazonal, informou a agência estatal.

Pesquisa Reuters com especialistas havia mostrado estimativa média de contração de 1,9% sobre fevereiro de 2020, devido a quedas generalizadas em diversos setores da economia.

Em janeiro, o índice já havia caído 2%, após queda de 10% em 2020.

A Emae é um indicador que antecipa a trajetória do Produto Interno Bruto (PIB), por isso é considerado chave pelos analistas.

(Por Jorge Iorio)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).