Divulgado nesta quinta-feira (14), o IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) registrou um crescimento de 0,44% no mês de setembro deste ano. O índice é considerado uma espécie de “prévia” do PIB.

No consolidado do trimestre, o IBC subiu 0,91%, na comparação com os três meses anteriores. O resultado está quase no topo das estimativas feitas pelo mercado financeiro, que trabalhavam com um intervalo de 0,60% a 1,00%.

O que representa esse resultado? É o resultado mais forte para um trimestre em um ano. O a alta de setembro é a melhor dos últimos quatro meses.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, alta de 0,99%, dentro das expectativas, que iam de 0,70% a 1,10%.

Os percentuais são “dessazonalizados”, isto é, desconsideram fatores pontuais sobre os meses do ano. De janeiro a setembro, a alta acumulada é de 0,80%

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).