Por Zandi Shabalala e Tanisha Heiberg

JOHANESBURGO (Reuters) – Um ataque cibernético interrompeu as operações de contêineres no porto de Cape Town, na África do Sul, conforme informação por email vista pela Reuters nesta quinta-feira.

Durban, o terminal marítimo mais movimentado na África Subsaariana, também foi afetado, afirmaram à Reuters três fontes com conhecimento direto do assunto.

A Cape Town Harbour Carriers Association disse em email aos membros, visto pela Reuters: “Por favor notem que os sistemas operacionais do porto sofreram um ataque cibernético e não haverá movimentos de cargas até que o sistema seja restaurado”.

O site oficial da Transnet estava fora do ar nesta quinta-feira, exibindo uma mensagem de erro.

A Transnet, que opera os maiores portos da África do Sul, incluindo Durban e Cape Town, e uma grande rede ferroviária que transporta minerais e outras commodities para exportação, confirmou que seus aplicativos de TI estavam experenciando interrupções e estavam identificando a causa.

A empresa se recusou a comentar se um ataque cibernético causou a interrupção. As fontes, que pediram anonimato porque não estão autorizadas a falar com a imprensa, afirmaram que um ataque ocorreu na manhã desta quinta-feira.

(Por Zandi Shabalala e Tanisha Heiberg)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).