BRASÍLIA (Reuters) -A arrecadação da Receita Federal cresceu 35,47% em julho em termos reais sobre o mesmo mês do ano passado, somando 171,27 bilhões de reais, valor recorde para o mês, informou a Receita Federal nesta quarta-feira.

No acumulado do ano, a arrecadação teve alta real de 26,11%, a 1,053 trilhão de reais, também o maior valor para o período da série do Fisco, que tem início em 1995.

A Receita destacou o crescimento real de 55,31% da arrecadação do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas e da CSLL no mês, para 41,1 bilhões de reais. Já a arrecadação da Cofins e do PIS/Pasep subiu 33,2%, em desempenho que o governo atribuiu ao aumento das vendas de serviços e bens em junho e ao menor volume de compensações tributárias em julho.

O resultado do mês também foi beneficiado por um aumento real de 16,6% da receita previdenciária sobre julho de 2020, ano em que os prazos de pagamento foram prorrogados por causa da pandemia da Covid-19.

(Por Marcela Ayres e Isabel Versiani; Edição de José de Castro)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).