Analistas do Morgan Stanley estimam que o armazenamento de petróleo nos Estados Unidos deve atingir capacidade máxima de 522 milhões de barris até junho.

“O colapso do mercado deve acelerar os cortes necessários na produção americana”, destaca o documento. “Mas o caminho para a recuperação total permanece longo e incerto”.

Os preços do petróleo continuam sob intensa pressão nesta terça-feira (21), uma vez que o armazenamento de petróleo – ou sua indisponibilidade – se torna um barômetro essencial do mercado. “O armazenamento em Cushing, o principal centro de estocagem de petróleo dos EUA, está prestes a atingir seu limite”, completam os analistas do Morgan Stanley

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).