Os relatórios produzidos pela XP Investimentos terão assinatura de um novo economista-chefe ao final de 2020. Zeina Latif, que ocupou essa cadeira ao longo dos últimos seis anos, anunciou nesta quarta-feira (8) que está deixando o posto.

Por quê? O ciclo acabou. A empresa está em um momento diferente, com capital aberto, missão de crescer no varejo e se tornar um banco. Isso exigirá um novo tipo de equipe, estudos e relatórios, uma estrutura diferente do que ela quer seguir agora.

Quem ocupará o cargo de economista-chefe? A XP informou que ainda não sabe. Haverá um período de transição de seis meses para que a saída de Zeina se consolide. Após isso, ela atuará como consultora independente.

E depois? Ainda não há informações de qual será a nova casa de Zeina, que tem 52 anos e é uma das economistas mais respeitadas do país. Antes da XP, ela foi sócia da Consultoria Gibraltar, economista-sênior para América Latina do banco escocês RBS e economista-chefe no Brasil do grupo holandês ING, entre outros cargos.

O que disse a XP? “A empresa manifesta o seu profundo agradecimento por toda dedicação e deseja sucesso em seus novos desafios. Com toda a sua capacidade intelectual e analítica, Zeina teve papel relevante na consolidação da XP como a principal empresa de investimentos do país”, diz a nota da instituição.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.