SÃO PAULO (Reuters) – A Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) elevou suas projeções para embarques de soja e milho do Brasil em setembro, com os envios da oleaginosa estimados em 4,8 milhões de toneladas, conforme levantamento divulgado nesta terça-feira.

Se confirmado, o volume representará uma alta ante as 3,91 milhões de toneladas registradas no mesmo mês de 2020.

Na semana anterior, a expectativa da entidade, baseada na programação de navios, estava em 4,4 milhões de toneladas para a soja.

No milho, a Anec passou a ver os embarques em 2,9 milhões de toneladas, versus 2,67 milhões na semana passada.

A exportação do cereal representaria uma queda brusca ante as 5,76 milhões de toneladas enviadas ao exterior em setembro de 2020, devido à quebra na segunda safra 2020/21.

(Por Nayara Figueiredo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).