O Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia, informou nesta terça-feira (dia 30) que o Brasil abriu 401 mil vagas com carteira assinada em fevereiro. O resultado veio bem acima do esperado pelo mercado e chegou até a impulsionar a bolsa, que superou os 116 mil pontos após a divulgação.

Mas afinal, quais as ocupações que mais abriram empregos formais no mês passado? O 6 Minutos fez um levantamento das dez ocupações campeãs na geração de vagas com carteira, veja abaixo:

  • Alimentador de linha de produção (+23.691)
  • Faxineiro (+22.342)
  • Auxiliar de escritório (+20.235)
  • Assistente administrativo (+17.429)
  • Servente de obras (+12.738)
  • Cozinheiro (+9.362)
  • Técnico de enfermagem (+7.759)
  • Trabalhador volante da agricultura (colheita e plantio de sementes) (+7.731)
  • Motorista de caminhão (+7.286)
  • Vendedor de comércio varejista (+7.204)

Serviços é setor que mais criou vagas

De acordo com os dados do Caged, o setor de serviços é o que mais criou vagas com carteira em fevereiro: foram 173,5 mil empregos criados, segundo o Ministério da Economia. Em segundo lugar aparece a indústria, com 93,6 mil vagas.

Os dois setores são seguidos por comércio (+68 mil vagas), construção (+43,4 mil) e agropecuária (+23 mil).

 

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).