Por Mayank Bhardwaj

NOVA DÉLHI (Reuters) – Agricultores indianos, em protesto contra três novas leis agrícolas que afirmam ameaçar seus meios de subsistência, darão início a uma manifestação perto do parlamento do país, no centro da capital Nova Délhi, em novo esforço para pressionar o governo a revogar as determinações.

No mais longo protesto de produtores contra o governo do primeiro-ministro Narendra Modi, dezenas de milhares de agricultores acamparam em importantes rodovias que levam a Nova Délhi por mais de sete meses.

Diante do início da sessão de monções do parlamento, nesta semana, alguns agricultores tentaram marchar em direção ao principal distrito governamental do país, mas foram interrompidos pela polícia a poucos quilômetros do parlamento.

Nesta quinta-feira, 200 manifestantes se reunirão no Jantar Mantar, um grande observatório da era Mughal localizado no centro de Nova Délhi, que serve como um espaço para protestos de todos os gêneros.

“Durante a sessão de monções do parlamento, 200 produtores irão ao Jantar Mantar todos os dias para realizar o parlamento dos agricultores, para lembrar o governo de nossa demanda há muito tempo pendente”, disse o líder agrícola Balbir Singh Rajewal.

A sessão de monções do parlamento terminará no início de agosto.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).