A Adidas anunciou que o novo lockdown na Europa terá um impacto negativo sobre seus lucros, e colocará um fim a sua recente recuperação das vendas.

A fabricante de roupas esportivas alemã prevê um declínio percentual de um dígito na receita do quarto trimestre. Diante de uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, medidas de distanciamento social mais rígidas reduziram o tráfego de clientes em lojas físicas na Europa, levando diversas filiais da Adidas a suspenderem suas atividades.

A perspectiva de novas restrições pode desatualizar as projeções da empresa, que consideram que 90% das lojas permaneçam abertas. Atualmente, o número é de 92%, disse o CEO Kasper Rorsted em uma teleconferência com jornalistas. Na Europa, 40% das lojas já estão fechadas. Já as ações da Adidas caíram 6,7% nesta terça-feira (10), ofuscando a alta da última segunda-feira.

Por enquanto, a Adidas está buscando controlar o que pode, em meio às fortes oscilações da pandemia. Até 2025, a orientação da empresa é cortar custos, promover o comércio eletrônico e aumentar a liquidez com uma série de vendas de títulos e um empréstimo sindicalizado de Є 1,5 bilhão (US $ 1,8 bilhão).

Rorsted se recusou a comentar sobre uma possível a venda da marca Reebok. Segundo ele, as estratégias adotadas pela empresa trouxeram lucro e ligeiro crescimento à marca, que tropeçava.

As vendas da Adidas voltaram a crescer na Europa no terceiro trimestre, após baixa prolongada. A receita na América do Norte aumentou em julho e agosto, mas um setembro sombrio levou a uma queda no terceiro trimestre, já que as compras de volta às aulas não se concretizaram. Os negócios na Ásia desaceleraram ainda mais em meio às restrições da Covid-19 no Japão e ao gerenciamento de estoque na China, disse Rorsted.

O lucro operacional do terceiro trimestre atingiu 794 milhões de euros, superando as estimativas dos analistas.

A empresa conseguiu reduzir os inventários em 500 milhões de euros no trimestre e a margem operacional voltou a situar-se nos dois dígitos à medida que o sapateiro vendia mais produtos directamente aos consumidores através do e-commerce.

A Adidas prevê lucro operacional no quarto trimestre entre 100 milhões e 200 milhões de euros.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).