NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar bruto negociados na ICE avançaram nesta segunda-feira, em um movimento de recuperação ante a queda da sessão anterior, com expectativas de incremento nas exportações da Índia. Os preços do café arábica também encerraram o dia no positivo.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto para julho fechou em alta de 0,03 centavo de dólar, ou 0,2%, em 16,99 centavos de dólar por libra-peso.

* Operadores disseram que o fraco consumo do adoçante na Índia, devido à pandemia da Covid-19, e perspectivas de um aumento de exportações do sul da Ásia no final do ano poderiam manter um limite para os preços.

* “A intensificação atual da pandemia (na Índia) poderia impactar a demanda nacional por açúcar”, afirmou a consultoria Green Pool em nota, acrescentando que o consumo na Índia deve recuar pelo segundo ano consecutivo na temporada de 2020/21.

* Uma demanda doméstica menor deve aumentar os estoques indianos e pode levar a um aumento de exportação da commodity no final do ano.

* “Se os preços globais estiverem acima de 18 centavos de dólar no final do ano, podemos esperar uma onda de exportações da Índia sem subsídios; e se as cotações estiverem abaixo deste nível, podemos ter quase certeza de que o governo indiano estará feliz em garantir um novo subsídio de exportação alinhado com os preços mundiais”, afirmou a corretora Marex.

* O açúcar branco para agosto fechou em queda 0,60 dólar, ou 0,1%, em 453 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O contrato do café arábica para julho fechou em alta de 0,75 centavo de dólar, ou 0,5%, em 1,4575 dólar por libra-peso.

* Operadores afirmaram que as ofertas estão apertadas, com a perspectiva de queda na produção do café arábica brasileiro neste ano.

* O café robusta para julho terminou em baixa de 1 dólar, ou 0,1%, em 1.459 por tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira Nigel Hunt)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).