Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

(Reuters) – As ações europeias fecharam em queda nesta quinta-feira, com a alta nos rendimentos dos títulos e a volatilidade nos mercados dos Estados Unidos ofuscando o otimismo sobre a recuperação econômica da zona do euro, enquanto balanços fracos do Standard Chartered e da Anheuser-Busch também pesaram.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,29%, a 1.585 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,36%, a 412 pontos, depois de chegar a subir até 0,5%.

Um salto nos rendimentos dos títulos soberanos da zona do euro e dos EUA –em meio a expectativas de aumento da inflação– pesou sobre os principais setores dos mercados de ações.

“As preocupações com o ressurgimento da inflação só parecem ter se fortalecido, a julgar pela inclinação implacável da curva dos Treasuries e pela popularidade redescoberta de tradicionais ativos de proteção contra a inflação, como commodities”, disseram analistas do Rabobank.

As ações do Standard Chartered caíram 6,2%, após o banco registrar queda em seu lucro anual.

Anheuser-Busch InBev, maior fabricante global de cervejas, recuou também 6,2%, mesmo relatando lucro trimestral acima do esperado referente a seu principal negócio.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,11%, a 6.651,96 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,69%, a 13.879,33 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,24%, a 5.783,89 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,15%, a 23.063,55 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,58%, a 8.317,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,12%, a 4.787,35 pontos.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

REUTERS LB JCG

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).