PEQUIM (Reuters) – Os futuros do aço e do minério de ferro na China avançaram nesta quinta-feira, em meio a expectativas de que uma recuperação global de efeitos da pandemia de coronavírus, enquanto preocupações com a oferta de aço devido a restrições de produção no pólo siderúrgico de Tangshan também ajudaram a commodity.

O contrato mais ativo do vergalhão de aço na bolsa de futuros de Xangai, para entrega em maio, chegou a saltar 3,8%, para 4.746 iuanes (735,53 dólares) por tonelada, o maior nível desde agosto de 2009. Ele fechou em alta de 2,5%, a 4.686 iuanes por tonelada.

No minério de ferro, o contrato mais ativo na bolsa de commodities de Dalian fechou em alta de 1,4%, a 1.131 iuanes por tonelada.

“A situação da pandemia está melhorando no país e no exterior, a atmosfera macro está melhorando e os preços sobem, para corrigir expectativas anteriores fracas”, disseram analistas da GF Futures em nota.

A demanda por cinco produtos de aço principais na China, incluindo vergalhão, produtos laminados a quente e a frio e chapas grossas médias, aumentou 24%, para 7,43 milhões de toneladas até 25 de fevereiro da semana anterior, mostraram dados da consultoria Mysteel.

(Por Min Zhang e Shivani Singh)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).