Quase 6 milhões de pessoas foram excluídas da lista de pagamento da extensão do auxílio emergencial, cujo valor da parcela foi reduzido de R$ 600 para R$ 300. Na primeira etapa, o auxílio emergencial chegou a 67,2 milhões de pessoas.

Segundo Antônio Jose Barreto, secretário-executivo do Ministério da Cidadania, foram excluídas as pessoas que deixaram de anteder os requisitos necessários para recebimento do benefício.

Entre os motivos que levam à perda da nova etapa do benefício estão a contratação com registro em carteira e o recebimento de algum benefício social. Veja abaixo outros motivos que levaram à exclusão do beneficiário:

  • Detentos
  • Morar no exterior
  • Foi incluída como dependente na declaração de IR de outra pessoa
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019

 

Quem vai receber a extensão do benefício? A extensão será paga a 16 milhões de beneficiários do Bolsa Família e 43,2 milhões de inscritos pelo aplicativo da Caixa.

Quando o pagamento começa? Os beneficiários do Bolsa Família já receberam. O pagamento começa amanhã para inscritos pelo app, de acordo com o mês de aniversário da pessoa.

São quantas parcelas a mais? São mais quatro parcelas para quem começou a receber em abril. Quem começou a receber depois, terá menos parcelas , pois o pagamento se encerra em dezembro.

Qual o valor das parcelas da extensão? R$ 300, podendo chegar a R$ 600 para mães chefes de família.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.