A plataforma de streaming da Disney, o Disney+, chegará ao Brasil em 3 meses. A data oficial é 12 de novembro deste ano, segundo anunciou a empresa nesta quinta-feira (13). O serviço concentrará títulos da Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic, que hoje estão espalhadas em outras plataformas, como Netflix e Amazon Prime Video, e oferecerá também produções originais, como “The Mandalorian, série derivada da saga “Star Wars” que recebeu diversas indicações ao Emmy 2020.

Alguns dos novos filmes, séries, documentários e curtas produzidos exclusivamente para a plataforma já estarão disponíveis no lançamento do serviço, enquanto outros irão estrear posteriormente. Entre eles, estão as séries do Universo Compartilhado da Marvel “Falcão e o Soldado Invernal”, “WandaVision”, e “Loki”. Filmes inéditos no Brasil, como o live-action de “A Dama e o Vagabundo”, e as animações clássicas dos estúdios Disney também farão parte do catálogo do Disney+.

Por hora, a Disney não revelou o preço da assinatura mensal do serviço no Brasil. “Compartilharei mais detalhes no lançamento do Disney+ em breve”, disse Diego Lerner, presidente da The Walt Disney Company Latin America, em comunicado a imprensa.

Com o fechamento das salas de cinema por causa da pandemia de coronavírus, alguns dos filmes da Disney previstos para estrear neste ano foram redirecionados para a plataforma nos países em que o serviço está disponível. É o caso de Mulan, que estreia em 9 de setembro nos Estados Unidos. O estúdio, porém, não revelou quando e como o filme chegará ao Brasil, mas especula-se que ele acompanhe a chegada do Disney+.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).