Com grande parte do mundo em quarentena por causa do coronavírus, disparou o uso de jogos eletrônicos. Já os gastos não acompanham a tendência com a mesma intensidade e, pelo menos por enquanto, os grandes vencedores são os apps e games grátis. O 6 Minutos traz alguns dados sobre a indústria dos videogames em tempos de pandemia:

Mais jogadores

  • O uso de internet por jogos eletrônicos aumentou 75% depois que começou o período de confinamento, segundo a operadora de telefonia norte-americana Verizon.
  • No final de março, entre 57% e 71% das pessoas pesquisadas nos EUA, França, Alemanha e Reino Unido estavam jogando mais, de acordo com a Nielsen.
  • Na última semana de março, as pessoas em todo o mundo baixaram mais de 1,2 bilhões de jogos – cerca de 50% a mais do que durante uma semana média, de acordo com o rastreador App Annie.

Gastos controlados

  • No Google, as buscas por jogos grátis em março subiram ao nível mais alto em quatro anos. As pesquisas por jogos pagos continuaram inalteradas.
  • Dos 10 jogos para celular mais baixados da semana de 29 de março, nove eram grátis, de acordo com o rastreador App Annie.
  • Entre o público que mais joga, apenas metade estava gastando mais dinheiro com o passatempo.
  • Quando o uso de jogos aumentou 60% na China, apenas 15% a mais de pessoas clicaram em publicidade, uma importante fonte de receita para as empresas, de acordo com a IronSource.

(Com Bloomberg)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).