Durante os dias úteis da semana, a newsletter do 6 Minutos oferece dicas culturais para seus leitores na seção After Market. Além disso, a Marina Rappa, nossa social media, também dá suas indicações em vídeo que publicamos no Instagram e também no YouTube. Para ajudar você a aproveitar o fim de semana, reunimos as melhores opções e vamos organizá-las em algumas categorias. Boa diversão!

OUÇA (EM CASA)

VELHO, MAS NOVO
Em 2019, em um negócio estimado em US$ 300 milhões, os direitos sobre as músicas de Taylor Swift trocaram de mãos. E a cantora não gostou disso. Dois anos depois, a vingança de uma das maiores estrelas da música pop mundial finalmente é servida. Taylor Swift acaba de (re)lançar o álbum “Fearless”, de 2008. Um dos seus maiores sucessos está de volta com 26 faixas e novas versões para clássicos como “Love Story”. Por serem novos arranjos, com novos músicos, Taylor aposta na estratégia para recuperar os direitos sobre suas canções. Os fãs agradecem.

WAXAHATCHEE
Se você nunca foi chamado de indie ou hipster na vida, provavelmente esta dica não é para você. Mas, se você gosta de música folk americana, acha que camisa xadrez de flanela é um charme e acredita que barba deve ser igual conta bancária – quanto maior, melhor–, então pode preparar a vitrola, a torrada de avocado e o café gourmet. Acaba de sair “Saint Cloud+3”, relançamento ampliado do álbum de 2020 da banda Waxahatchee. O disco traz três novidades em relação ao ano passado, todas elas covers de clássicos: “Fruits of My Labor, de Lucinda Williams, “Light of a Clear Blue Morning”, de Dolly Parton, e “Streets of Philadelphia” de Bruce Springsteen.

SAUDADES DE UM SHOW, NÃO É?
A banda australiana Tame Impala tinha planos de celebrar os 10 anos de seu primeiro álbum, o celebrado “Innerspeaker”, com uma série de shows no ano passado. Com a pandemia, o grupo liderado por Kevin Parker não teve a oportunidade de rodar o mundo para comemorar no palco o disco que os apresentou pelo mundo e se concentrou em lançar seu quarto trabalho de estúdio, “The Slow Rush” em 2020. No entanto, a homenagem à estreia do Tame Impala acontecerá com um show que a banda fará em seu país natal no próximo dia 21 e será transmitido para todo planeta. A má notícia é que será preciso pagar cerca de R$ 70 para assistir à apresentação. A ótima é que eles tocarão “Innerspeaker” na íntegra, da primeira à última música. Em tempos pandêmicos, balançar a cabeça e bater os pés ao som de “Solitude Is Bliss” pode ser uma ótima diversão, ainda que um pouco cara.

ASSISTA (EM CASA)

“AMOR E MONSTROS”
Estreou nesta semana na plataforma de streaming Netflix o filme que é uma mistura de ficção científica, comédia e aventura que foi indicado ao Oscar de melhores efeitos visuais. Na produção, seres gigantescos assumem o controle do planeta e obrigam as pessoas a procurar refúgio no subsolo. Após sete anos, Joel Dawson (interpretado por Dylan O´Brien) consegue finalmente se reconectar através de rádio com sua ex-namorada, Aimee, e resolve sair do bunker onde mora para ir vê-la.

IMPÉRIO DO MEIO
Os filmes chineses estão se sofisticando e tornando-se cada vez mais presente nas telas ocidentais. Um dos principais responsáveis por subir o nível das produções do país é Wong Kar-Wai, cineasta cult dos anos 1990 e 2000. Fora de catálogo há algum tempo aqui no Brasil, as obras do diretor estão gradualmente sendo relançadas pela plataforma de streaming Mubi. Ainda falta muita coisa, mas já estão disponíveis pelo menos duas de suas principais realizações: “Amores Expressos” (1994) e “Amor à Flor da Pele” (2000). Dê esse presente para seus olhos.

“MARCELLA”
Essa série não faz parte da lista de estreias, mas está entre aquelas pérolas escondidas no catálogo da Netflix. A trama acompanha as reviravoltas na vida da policial Marcella, chamada para ajudar na investigação de uma série de crimes cometidos por um serial killer que utiliza os mesmos métodos de outro assassino. No passado, ela caçou (sem sucesso) o criminoso original. A diferença é que agora uma das vítimas é a namorada de seu ex-marido e ela não tem muita certeza se está envolvida no crime.

“RADIOACTIVE”
O filme que estreia na Netflix conta a história de Marie Curie, a primeira mulher da história a ganhar um prêmio Nobel. Junto com o marido Pierre, ela descobriu a radioatividade. A produção, assinada por Marjane Satrapi, explora o legado duradouro de Marie, de suas relações apaixonadas ao seu empenho nas ciências, passando pelas consequências de suas descobertas para o mundo ao lado de Pierre.

LEIA (EM CASA)

“JÁ NÃO ME SINTO SÓ”
Logo após sair da primeira grande relação da sua vida, uma jovem mulher percebe que não se reconhece sem o olhar do ex-companheiro e parte para uma redescoberta de si. Essa é a premissa do primeiro romance da atriz e produtora Maria Flor. O título já está em pré-venda pela Livraria da Travessa e tem lançamento marcado para 1º de maio.

“THE READER IS MY NOTEBOOK”
Agora, a cantora e poetisa Patti Smith também tem sua newsletter, Por lá, a artista pretende compartilhar imagens inéditas, trechos de composições, poesias e contextualizações sobre suas músicas. A assinatura está disponível pelo Substack e os leitores podem optar pela versão gratuita, paga ou “diferenciada” do serviço. O modelo pago custa U$7 no plano mensal ou U$70 no anual. Já a categoria “Founding Member” sai por U$120 ao ano e contará com “algo especial” que Patti ainda está desenvolvendo.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).