Durante os dias úteis da semana, a newsletter do 6 Minutos oferece dicas culturais para seus leitores na seção After Market. Para ajudar você a aproveitar o fim de semana, reunimos as melhores opções e vamos organizá-las em algumas categorias. Boa diversão!

ASSISTA

“OS 7 DE CHICAGO” – A Convenção Nacional do Partido Democrata dos Estados Unidos em 1968 foi um dos eventos mais importantes de uma das décadas mais movimentadas da história. Nem tanto pelo resultado político em si, mas muito pelo entorno. Com os protestos contra a Guerra do Vietnã em plena ebulição, várias entidades que pediam o fim do confronto no Sudeste Asiático foram à cidade aproveitar a presença e atenção da imprensa nacional e fazer uma grande manifestação conjunta. Essa combinação, no entanto, desandou: as autoridades nunca deram permissão para a realização de atos e os opositores à guerra não se deixaram impedir. O resultado foi um dos maiores confrontos entre civis e forças de segurança nos EUA, que causaram o caos na cidade e deixaram um rastro de destruição, feridos e presos. Deixou também uma questão em aberto: quem é o culpado pela tragédia? Para o governo dos EUA, os líderes das organizações que foram à cidade para protestar. Eles são “Os 7 de Chicago”, cuja história do julgamento dessas lideranças é contada no filme que tem roteiro e direção do consagrado Aaron Sorkin. Considerado um dos favoritos ao Oscar 2021, a produção estreou recentemente na Netflix e traz um elenco cheio de estrelas, como Eddie Redmayne, Sasha Baron Cohen, Joseph Gordon-Levitt, Mark Rylance e Michael Keaton.

“WASP NETWORK: REDE DE ESPIÕES” – Espiões a serviço do governo cubano se infiltram em um grupo de exilados que vivem na Flórida para tentar impedir ações da CIA contra a ditadura castrista. Esse é o enredo do filme que estreou neste mês na Netflix e que é baseado em uma história real dos anos 1960. Destaque para o elenco, praticamente um Dream Team latino, com Penélope Cruz, Gael García Bernal, Ana de Armas, Wagner Moura e Edgar Ramírez.

“FLASH”A 6ª temporada de uma das séries mais populares da DC Comics chegou à Netflix. Essa leva de episódios marca a participação da produção sobre o homem mais rápido do mundo em “Crise das Infinitas Terras”, uma espécie de “série de todas as séries” do Universo Arrow, que reúne personagens como Flash, o próprio Arrow, Supergirl e Batwoman. São 19 episódios de cerca de 40 minutos cada um. E já existe a confirmação de uma 7ª temporada, que está prevista para meados de 2021.

“A VERDADEIRA HISTÓRIA DE NED KELLY” –Um dos criminosos lendários que marcam a memória da Austrália, Ned Kelly já foi tema de diversos livros e filmes –inclusive estrelados por Mick Jagger e Heath Ledger. Nesta produção de 2019, mais uma vez é contada a história do filho de irlandeses que nasce em meados do século XIX uma prisão –filho e sobrinho de bandidos vindos do país europeu. Como ele se tornará o maior dos fora-da-lei do novo país, criado para ser uma colônia penal da Inglaterra, uma pátria para condenados irrecuperáveis de todo o poderoso império britânico, e reunirá um bando de ladrões para enfrentar o governo australiano. Mas a melhor notícia dessa estreia é que ela chega aos cinemas a partir de amanhã. Caso você esteja com saudades da tela grande, confira a programação da sua cidade, tome todas as medidas protetivas e precauções contra o covid-19 e aproveite. Para entrar no clima, assista ao trailer.

QUEEN PARA CRIANÇAS – No domingo, o Teatro UMC reabre ao público com espetáculos infantis e shows de rock. No domingo, às 15h, o espaço reestreia com um dos shows de maior sucesso, o “Queen Live Kids”, que resgata as músicas de um dos maiores grupos de rock da história. Com arranjos originais do grupo inglês, o repertório reúne os principais hits do Queen, como “We Will Rock You”, “Under Pressure” e “I Want To Break Free”, mesclando histórias contadas e cantadas. Os ingressos custam entre R$ 40 e R$ 80, e podem ser adquiridos online.

TEATRO ONLINE – A atriz Mel Lisboa encena às 20h deste sábado (23) o monólogo Madame Blavtski, sobre a escritora russa Helena Blavatsky. Com apresentação única, a peça será transmitida pelo YouTube como parte do projeto “Arte é inovação”, da organização Polo Cultural. Assista pelo canal do Polo Cultural.

VISITE (PRESENCIALMENTE)

REI PELÉ – Com a liberação do funcionamento de museus em São Paulo, o Museu do Futebol inaugurou, desde a semana passada, a exposição Pelé 80 – O Rei do Futebol. A mostra conta toda a trajetória da maior estrela do futebol brasileiro, de Três Corações, em Minas Gerais, até o último jogo pelo Cosmos, de Nova York. A vida do craque é narrada através de montagens e animações a partir de 444 imagens históricas. A exposição fica aberta de quinta a domingo, das 13h às 18h, e é necessário comprar ingresso (entre R$ 10 e R$ 20) com dia e horário agendados. Crianças até 6 anos não pagam.

JAPAN HOUSE – Se você procura um passeio presencial, a dica é a exposição “O fabuloso universo de Tomo Koizumi”, que fica em cartaz na Japan House até 10 de janeiro. Aos 32 anos, o jovem estilista vem conquistando respeito e admiração no mundo fashion com criações famosas pelo encantamento, em produções únicas feitas com 50m a 100m de organza japonesa cada uma, trazendo cores e volumes extravagantes, que representam o seu universo recheado de criatividade. A entrada é gratuita, mas os ingressos devem ser reservados pelo site.

OUÇA (E VEJA TAMBÉM)

“LETTER TO YOU” – 2020 ainda pode nos trazer coisas boas. A prova disso é que ontem Bruce Springsteen lançou um disco com a sua lendária E Street Band, com quem não gravava há 6 anos. Além disso, a faixa que dá título ao álbum ganhou um clipe, que pode ser visto no YouTube.

“LET ME LOVE LIKE A WOMAN” – Dona de uma voz e de um estilo inconfundíveis, Lana Del Rey deu nova amostra de que está no auge de sua carreira. A cantora norte-americana lançou recentemente um novo single, um ano depois do premiadíssimo álbum “Norman Fucking Rockwell!”, de 2019. Segundo informações da própria Lana, a música faz parte do seu novo disco, “Chemtrails Over the Country Club”, ainda sem data para estrear. A música é ótima, mas o combo “melodia+letra+videoclipe” são irresistíveis. E uma curiosidade: o vídeo é todo feito com imagens caseiras captadas pela própria Lana.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).