O governo de São Paulo anunciou nesta sexta (7)  a prorrogação da fase de transição do Plano SP de contenção da pandemia de Covid-19 até 23 de maio. Também foi autorizada a ampliação do horário de funcionamento dos setores de comércio e serviços. Agora, os dois setores poderão funcionar das 6h às 21h. Além disso, a capacidade de ocupação desses estabelecimentos foi aumenta de 25% para 30%.

As novas regras entram em vigor neste sábado (8). Até sexta, fica valendo a permissão para funcionar das 06h às 20h.

Acréscimos ao calendário de vacinação

A imunização para pessoas com deficiência permanente e com comorbidades dos 50 aos 54 anos também foi anunciada para a próxima sexta-feira, 14, dois dias depois do início para aqueles na faixa etária entre os 55 e 59 anos. De acordo com a estimativa do governo, o novo grupo anunciado hoje abrange cerca de 865 mil pessoas.

Mudanças na fase de transição

A nova flexibilização da “fase de transição” também altera o toque de recolher, que agora passa a valer entre as 21h e 6h. De acordo com a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico Patrícia Ellen, as regras de teletrabalho para funções administrativas não-essenciais continua em vigor, assim como a orientação para o escalonamento dos horários de entrada e saída em setores da indústria, comércio e serviços.

Na última quarta-feira, 5, o governador João Doria (PSDB) se disse “otimista” em relação ao “avanço positivo” na próxima reclassificação do Plano SP, que começa a valer a partir da próxima segunda-feira, 10. Ainda assim, o Estado registrou na última semana epidemiológica um leve aumento de 2,5% nos casos confirmados da covid, quebrando a tendência de queda que se apresentava nas duas semanas anteriores.

(com Estadão Conteúdo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).