A Sabesp, estatal paulista de água e saneamento, vai prorrogar até 15 de agosto a isenção da conta para consumidores de baixa renda por causa da pandemia de Covid-19, disse nesta quarta-feira o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“Por orientação do governo do Estado de São Paulo e dentro dos critérios legais, a Sabesp prorroga até 15 de agosto a isenção da conta de água para famílias de baixa renda. A Sabesp prorrogou o pagamento das conta de mais de 2 milhões de pessoas em todo o Estado de São Paulo que têm o benefício da chamada tarifa social”, disse Doria.

A isenção vem sendo adotada desde abril como forma de auxiliar famílias mais pobres a lidarem com o impacto econômico da pandemia, que já matou mais de 15 mil pessoas no Estado.

E os pedágios? Ele anunciou também o adiamento para 23 de novembro do reajuste do pedágio de 19 rodovias estaduais sob concessão privada.

Doria disse que o reajuste do pedágio deveria ocorrer nesta quarta por contrato, mas que, devido à pandemia, houve entendimento com as concessionárias para o adiamento.

Doria também agradeceu às concessionárias que atuam nas rodovias de responsabilidade do governo paulista pelo adiamento do reajuste das tarifas de pedágio. Entre as concessionárias que atuam no Estado estão Ecorodovias e CCR.

“Hoje, de acordo com o contrato com essas concessionárias deveríamos ter o reajuste do pedágio, o que é natural e ocorre todos os anos. Mas, fruto de um entendimento também com as concessionárias, adiamos a entrada em vigor para 23 de novembro”, afirmou o governador na entrevista coletiva.

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).