A quarentena impôs não só o distanciamento social, mas também o fechamento de bares, restaurantes e outros tipos de estabelecimentos de lazer. Programadas para o dia 12 de junho, as comemorações do Dia dos Namorados devem se adaptar a esse novo contexto, e os casais buscam soluções para não deixar a data passar em branco.

Estudo do Google mostra que 6 em cada 10 brasileiros vão adaptar a celebração do Dia dos Namorados, em razão da pandemia. Ao invés da ida a um restaurante ou bar, a maioria dos casais vai improvisar algo dentro de casa. Veja os números da pesquisa:

  • 35% dos brasileiros afirmam que pretendem fazer algo com o parceiro ou parceira em casa;
  • 20% vão preparar um jantar especial.

A pandemia também causou uma mudança de planos. Confira:

  • 25% dos casais deixaram de ir a restaurantes;
  • 22% cancelaram planos de viagens;
  • 12% vão adiar a comemoração do Dia dos Namorados.

E como vai ser essa comemoração caseira? A pesquisa do Google mostrou que o cancelamento de planos de viagens ou de saída deve estimular a compra de presentes. Os principais itens trocados na data serão: roupas, calçados e acessórios (25%), flores e cartões (24%), alimentos para as refeições (23%), e produtos de beleza e perfumes (18%).

E como esses presentes serão comprados, já que as lojas estão fechadas? Dentre os 22% que pretendem comprar algo para os parceiros, 43% disseram que vão comprar pela internet. Essa mudança de canal de compra também mudará o tipo do presente: 25% dos casais vão optar por itens mais fáceis de comprar on-line e 23% vão pensar em produtos que minimizem a necessidade de troca.

Pode me falar mais sobre a pesquisa? O levantamento feito pelo Google ouviu 800 brasileiros entre os dias 18 a 20 de maio.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).