A Itália adotou as mais pesadas restrições de circulação desde o fim do bloqueio nacional, encerrado em maio. O primeiro-ministro Giuseppe Conte anunciou neste domingo (25) novas regras depois de o país registrar recorde de novos casos diários de coronavírus.

Quando as novas restrições entram em vigor? Elas começam nesta segunda-feira (26) e vigoram até 24 de novembro.

Qual o contexto? A Itália registrou um recorde de cerca de 20.000 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas.

O que fica proibido? As medidas envolvem restrições para o horário de funcionamento de bares e restaurantes e fechamento de locais de entretenimento, jogos de azar e academias. Os italianos também serão incentivados a não viajar.

“É altamente recomendável que os cidadãos não viajem em nenhum meio de transporte público ou privado a não ser por motivos de negócios, estudos ou saúde”, segundo o decreto visto pela Bloomberg News.

Como fica o funcionamento das atividades? Veja abaixo:

  • Bares e restaurantes: podem funcionar até as 18h. O consumo à mesa é permitido para no máximo grupos de quatro pessoas, exceto se morarem todos juntos. A partir das 18h fica proibido consumidor alimentos e bebidas em locais públicos.
  • Piscinas e academias: atividades ficam suspensas.
  • Teatros e cinemas: atividades suspensas
  • Comércio: podem funcionar desde que garantam distanciamento social
  • Escolas: escolas dos primeiros ciclos podem funcionar; as de ensino médio voltam com atividades remotas.

Só a Itália que voltou a restringir as atividades? A Espanha parece caminhar para isso. O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchez, realiza uma reunião de gabinete em Madri para discutir um novo estado de emergência que dará ao governo central mais poderes para impor toques de recolher e outras medidas.

(Com Bloomberg)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).