As 16 regiões administrativas da Alemanha devem permitir a reabertura de restaurantes, desde que os estabelecimentos adotem medidas sanitárias, como manter distância entre os clientes e proteger a equipe contra o coronavírus. A decisão deve ser anunciada nesta quarta-feira (6), após reunião da chanceler Angela Merkel com líderes regionais, segundo a Bloomberg.

Cada região do país poderá determinar seu ritmo de reabertura, dependendo das condições locais.

A Bavaria deu os primeiros passos para a reabertura da economia, anunciando que lojas e shoppings maiores poderão funcionar a partir da próxima segunda-feira, com restaurantes a seguir, em 25 de maio, e hotéis a partir de 30 de maio.

Para aliviar as contas dos restaurantes após semanas de fechamento, o governo planeja reduzir o imposto sobre vendas de refeições de 19% para 7%, informou o Ministério das Finanças em comunicado. A medida, que permanecerá em vigor até 1º de julho do próximo ano, foi aprovada no gabinete na quarta-feira (6) e precisa de aprovação do parlamento.

Merkel está sob pressão para acelerar a saída do país das restrições que levaram a atividade comercial de alguns setores a uma paralisação virtual. Prevê-se que a economia encolha 6,3% em 2020, mais do que durante a crise financeira de uma década atrás, segundo projeções do governo.

(Com Bloomberg)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).