Abu Dhabi começará a usar escâneres faciais para detectar casos de Covid-19 em shoppings e aeroportos a partir de segunda-feira, depois que um teste com 20 mil pessoas mostrou “alto grau de eficácia”.

A tecnologia pode detectar infecções medindo ondas eletromagnéticas, que sofrem alterações quando partículas de RNA do coronavírus estão presentes no corpo, segundo a agência de notícias estatal WAM. Os resultados mostraram 93,5% de sensibilidade, refletindo a precisão para identificar pessoas infectadas.

O escâner foi desenvolvido pelo EDE Research Institute Abu Dhabi, uma unidade da International Holding Co.

Os Emirados Árabes Unidos, do qual Abu Dhabi faz parte, tem uma das maiores taxas de vacinação do mundo, mas os novos casos diários continuam em torno de 2 mil desde março.

Mais de 30% dos casos do país estão associados à variante delta do coronavírus, identificada pela primeira vez na Índia, disse a Autoridade Nacional de Gerenciamento de Crises e Desastres de Emergência dos Emirados Árabes Unidos no domingo.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).