Nas primeiras sete edições do Ranking Universitário da Folha (RUF), a liderança das universidades sempre incluía uma instituição federal e uma estadual. Mas, na edição 2019, divulgada nesta segunda-feira (dia 7), as instituições de ensino superior mantidas pelo estado de São Paulo desbancaram as universidades federais: a USP (Universidade de São Paulo) e a Unicamp (Universidade de Campinas) foram eleitas as melhores do país.

Outras duas universidades tradicionalmente mais bem avaliadas, a UFRJ (Universidade Federal do Rio e Janeiro) e a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), ocupam o 3º e 4º lugares, respectivamente. Quem fecha o top 5 é a UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

O que o ranking considera? A quantidade de pesquisa é o que mais pesa (42%) na análise, seguido do ensino (32%), da avaliação do mercado sobre a instituição (18%), da internacionalização (4%) e da inovação (4%).

O que mais o RUF 2019 identificou?

  • A demanda pelos cursos: A busca por cursos de graduação de humanas caiu. A quantidade de ingressantes em ciências sociais recuou 47% entre 2018 e 2019, e filosofia caiu 20% no mesmo período. Por outro lado, estão sendo mais buscadas as carreiras de moda e zootecnia.
  • Aprovação na OAB: Direito é o curso mais buscado do país, mas só 6% das instituições que oferecem a carreira no país têm mais de 50% de aprovação na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), considerados os exames de 2015, 2016 e 2017.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).