Conseguir uma vaga de estágio em um programa de estágio de grandes empresas é tão concorrido quanto conseguir passar no vestibular. O programa da Cielo teve 3.115 inscritos para 22 vagas. Isso dá um pouco mais de 141 candidatos por vaga.

Para dar uma dimensão da concorrência, essa relação de candidato por vaga é próximo do verificado em 2020 nos cursos de Medicina da Fuvest em São Paulo (154) e Ribeirão Preto (129).

Por que tanto interesse? Um dos motivos é o salário. O programa de estágio da Cielo oferece bolsa auxílio de R$ 1.800 para estudantes do penúltimo ano do curso e R$ 2.000 para estudantes do último ano.

Mas o que pesa muito é a reputação da empresa. Estudantes valorizar programas de estágio de grandes companhias, pois acreditam que terão mais chance de contratação depois.

O processo de estágio é aberto a todas as pessoas independentemente de idade, etnia, PCDs, gênero, orientação sexual e religião.

Como será a seleção? Por conta da pandemia da covid-19, o processo de seleção ocorrerá de forma remota. Os escolhidos terão de cumprir horários após a pandemia em Barueri (SP), cidade onde fica localizada a sede da companhia.

Na primeira fase do processo seletivo, o candidato realizará provas online de lógica e fit cultural. Se selecionado, irá para uma segunda etapa com o envio de um vídeo e dinâmica em grupo. Ao final participará de uma entrevista remota com o gestor.

Onde os selecionados vão atuar? Os selecionados escolherão a área na qual desejam atuar e recebem, desde a primeira semana, treinamentos e acompanhamento, pela Universidade Cielo. “Buscamos pessoas inovadoras, capazes de encarar este momento de transformação digital num ambiente sustentável, colaborativo e inclusivo”, diz Fernando Pinto Lima, Head de Gente, Gestão E Performance da Cielo.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).