Quais profissionais estão sendo buscados pelo mercado? Pesquisa da consultoria de recrutamento PageGroup registrou alta de 54% na demanda por profissionais do setor industrial entre janeiro e setembro de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado.

O estudo mostra que os profissionais estão sendo buscados para atuar em várias frentes. Isso aumenta a importância de características ligadas ao comportamento, as chamadas soft skills.

“Notamos que o perfil do profissional requisitado atualmente pelo setor industrial passa por habilidades multifuncionais, desde a liderança de projetos de pesquisa de novos produtos até o processo de produção”, analisa Luiz Seixlack, sócio da Page Executive.

As posições que mais se destacam são as de especialista em pesquisa e desenvolvimento, e supervisor de produção industrial.

Confira as funções, regiões de destaque e média salarial dos cargos mais buscados, segundo o PageGroup:

Coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento

Este é o profissional responsável por liderar projetos de pesquisa de novos produtos e o desenvolvimento e melhoria contínua dos produtos existentes no portfólio. Está a cargo dele a liderança dos laboratórios.

A alta na procura tem sido puxada pelas indústrias químicas, alimentícias e pelo agronegócio que cresceram nos últimos 12 meses no Brasil, devido às demandas por exportação.

Região de destaque: São Paulo.

Média salarial: R$ 9 mil a R$ 15 mil.

Supervisor de Produção Industrial

Atua com gestão de pessoas e processos em uma ou várias áreas da produção. É responsável por garantir o processo de fabricação e manutenção corretiva do seu turno, respeitando o plano de produção, alinhado com o cumprimento das metas de segurança e qualidade.

No setor de produção, a demanda costuma ser sempre alta, pois as indústrias precisam ter equipes de alto desempenho para atender às demandas de mercado.

Região de destaque: Nordeste.

Média salarial: R$ 6 mil a R$ 9 mil.

Gerente Nacional de Vendas B2B

É de sua responsabilidade a difusão dos planos e metas definidos pela alta gestão da empresa. Este profissional fica em contato com o departamento de marketing e a alta diretoria. O cargo demanda boa capacidade de relacionamento e carreira sólida em vendas.

O aumento na procura se justifica pelo momento de reestruturação do setor. Para acompanhar o crescimento da demanda de mercado é preciso trazer de volta o pilar de ligação entre diretoria e times regionais. Por isso a busca por posições de gestão.

Região de destaque: São Paulo.

Média salarial: R$ 17 mil a R$ 22 mil + pacote de comissão.

Engenheiro de Projetos

Faz parte do seu dia a dia a gestão da despesa do capital da indústria, assim como o alinhamento entre as áreas internas para a elaboração e condução de projetos.

Esta é uma área especialmente aquecida, pois diversas empresas têm automatizado cada vez mais suas operações, com iniciativas em indústria 4.0.

Região de destaque: Sul.

Média salarial: R$ 9 mil a R$ 13 mil.

Coordenador de Suprimentos CAPEX

Este é um profissional sênior, analítico, que tem contato constante com o departamento corporativo da companhia e necessita de forte habilidade em negociação de contratos de alto orçamento. Faz parte do seu dia a dia a aquisição de equipamentos, materiais e serviços voltados a projetos de investimento.

Indústrias pesadas, a exemplo da mineração, siderurgia, cimenteiras, vêm surfando um momento positivo da economia e de investimentos na área. Estes são setores que apresentam contratos robustos e, portanto, necessitam de profissionais com uma visão mais estratégica do negócio na área de suprimentos.

Região de destaque: Rio de Janeiro.

Média salarial: R$ 9 mil a R$ 17 mil.

Gerente de RH

É responsável pelo capital humano das organizações, que vão desde a gestão de folha de pagamentos, relações sindicais, gestão da área de segurança do trabalho até funções mais estratégicas ligadas ao desenvolvimento organizacional, treinamento e recrutamento.

O RH teve um papel fundamental no gerenciamento da pandemia dentro das organizações, desde redefinição de processos e políticas, até a mudança no formato de trabalho. A preocupação com a saúde mental, burnout, equilíbrio entre qualidade de vida e trabalho são pontos em alta nas discussões dentro das empresas.

Região de destaque: São Paulo.

Média salarial: R$ 20 mil a R$ 25 mil.

Como foi feita a pesquisa? O PageGroup consulta permanentemente empresas de todos os portes (pequena, média e grande) em 14 setores de todo o Brasil para a produção da lista.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).