Eles são investimentos de renda fixa, possuem três letras, são de baixo risco e contam com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Parecem CDB, mas não são. Muita gente não conhece esses produtos, mas LCAs e LCIs são ótimas opções para quem quer investir em renda fixa.

LCA e LCI são o tema da semana do Investidor C6, programa de educação financeira do C6 Bank apresentado pelo Prof. Liao, head de Educação do banco.

Primeiro, vale começar pelo básico. LCA são Letras de Créditos do Agronegócio, enquanto LCI são Letras de Crédito Imobiliário. São emitidos por instituições financeiras e, assim como o CDB, podem ser prefixadas ou pós-fixadas.

Então, qual a diferença? No caso do CDB, você empresta dinheiro para o banco, que pode usar esse recurso como quiser. Já na LCA e LCI, o destino do dinheiro é exclusivo para créditos imobiliários (no caso da LCI) ou para financiar o agronegócio (na LCA).

Para os investidores, há um diferencial importante. LCA e LCI são isentas da cobrança de imposto de renda para a pessoa física. Por isso, compare as taxas e veja a mais vantajosa.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).