O controle da gestão financeira mantém a empresa organizada e traz subsídios para planejar investimentos, corrigir rotas e garantir o crescimento sustentável. Não importa se você usa um sistema de gestão ou uma planilha para o controle, o importante é registrar tudo.

Na Internet, há modelos de planilhas ou softwares de gestão financeira para manter as contas da sua empresa sempre atualizadas. Para micro e pequenas empresas, o Sebrae fornece ferramentas básicas para fazer o fluxo de caixa, controlar estoque, aprender a calcular o preço de venda e até a usar melhor o crédito.

É possível também fazer o controle financeiro utilizando as planilhas do Google, que são como as do Excel, porém com mais recursos. A empresa poderá acessar, consultar e compartilhar sua planilha em qualquer lugar com acesso à Internet.

Recebimentos via cartão

Uma dor de cabeça para as pequenas e médias empresas é conciliar o recebimento via cartão com seu caixa. Em um ecossistema complexo, formado por muitos adquirentes e centenas de bandeiras de cartões, cada uma delas com sistemas diferentes de reembolso, não é difícil o comerciante ficar à deriva, principalmente no que se refere a meios de pagamento.

A PayGo, empresa de meios de pagamentos do C6 Bank, oferece uma plataforma completa para as empresas acompanharem todos os seus recebimentos de cartão dos adquirentes e do extrato bancário. O Conciliação PayGo permite o controle de todo o movimento de vendas, melhorando a qualidade da gestão financeira.

“Ele tem funcionalidades que validam as taxas cobradas pelos adquirentes. A empresa tem tudo no radar – prazos, taxas e valores recebidos pelas adquirentes, todas as transações de forma consolidada na plataforma da PayGo”, diz Fernando Umeki, diretor de produtos da PayGo.

O sistema integra, conecta e simplifica todo o universo de meios de pagamentos. Permite ainda checar as tarifas das operadoras e gerenciar as antecipações de recebíveis, emitindo uma série de relatórios. Outra aplicação, explica Umeki, é o acompanhamento e análise de ajustes nas transações, como “chargeback”, cancelamentos e estornos.

“A empresa pode consultar todas as operações enviadas pelos adquirentes, por data, valor ou quantidade. Também realiza fechamentos por períodos e apura divergência de taxas, caso isto ocorra, informando a quantidade de vendas com a cobrança divergente, os valores acordado e cobrado e a diferença”, diz o diretor de produtos da PayGo.

Para mais informações sobre o Conciliação PayGo ou solicitar o serviço, consulte o site www.paygo.com.br. O serviço pode ser contratado também através de vários fornecedores de sistemas de vendas. Não é preciso ter a maquininha da C6 Pay para usar o Conciliação.

Relatórios contábeis

A conciliação é uma boa forma de organizar os meios de pagamento de sua empresa, acompanhando prazos, taxas e valores recebidos pelas adquirentes de forma consolidada. Tudo em um único lugar. “Muitos pequenos empresários não têm hábito de controlar as contas do seu negócio. Eles deixam de anotar gastos, pagamentos ou entradas, fazendo com que os relatórios emitidos não consigam espelhar a realidade da empresa”, diz Leidiane Lima, consultora de finanças do Sebrae.

Para quem já evoluiu um pouco mais no controle de suas contas, o acompanhamento contábil fornece alguns relatórios que espelham a situação econômica e financeira da empresa:

• DRE (Demonstração de Resultados do Exercício) Resumo das receitas e despesas da empresa em determinado período.
• BP (Balanço Patrimonial) Resumo dos bens, direitos, obrigações e patrimônio líquido da empresa.
• DFC (Demonstração de Fluxo de Caixa). A memória do que entrou e saiu, em dinheiro, da empresa.

Neste link, você pode ver as planilhas sugeridas pelo Sebrae para controle financeiro da sua empresa

E não perca também o Guia do Sebrae para fazer o acompanhamento contábil do seu negócio.

Este conteúdo é de propriedade do C6 Pay, e foi produzido pela agência Fato Relevante para o SixM Labs.