A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, se encontrou com ministros das finanças e banqueiros centrais do G20 nesta quarta-feira, 13. De acordo com comunicado do Tesouro, Yellen afirmou que continuará a trabalhar de modo “produtivo e construtivo” com o Congresso americano para incluir disposições no pacote de iniciativas sociais e ambientais, que tramita no legislativo, para complementar as “aspirações para esse regime tributário internacional revolucionado”.

O acordo foi anunciado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), na última sexta-feira. 136 países concordaram em cobrar um imposto mínimo global de 15% para multinacionais, a partir de 2023. Na reunião de hoje, Yellen disse que tal iniciativa irá mobilizar recursos para que a economia global lide com as mudanças climáticas e reduza desigualdades econômicas, além de proteger os empregos americanos e trazer benefícios para classe média e trabalhadores nos EUA e por todo o mundo, segundo comunicado.

A secretária destacou que todos os países do G20 fazem parte do acordo e que, somados, os 136 países representam 94% do Produto Interno Bruto (PIB) global.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).