Principal companhia do setor varejista nos Estados Unidos, o Walmart anunciou em comunicado nesta segunda-feira, 13, uma parceria com a criptomoeda litecoin, que abrirá a possibilidade de clientes da empresa realizarem pagamentos com o ativo na sua plataforma de comércio digital a partir de 1º de outubro.

De acordo com a varejista, a decisão de escolher o litecoin para iniciar sua integração com criptomoedas se dá pelo fato do ativo estar entre os mais antigos do mercado de moedas digitais, além da sua rapidez e custo baixo em comparação com o bitcoin.

“O litecoin foi projetado para ser usado em transações mais baratas e ser mais eficiente no uso diário”, afirmou a companhia.

“As taxas extremamente baixas do litecoin e os tempos de transação rápidos são perfeitos para uma loja líder de comércio eletrônico como o Walmart. Estamos entusiasmados que nossa criptomoeda agora seja suportada pelo Walmart, abrindo mais oportunidades para qualquer comerciante aceitar pagamentos via litecoin no futuro”, comentou o criador da criptomoeda, Charlie Lee.

CEO do Walmart, Doug McMillon disse a parceria com o litecoin permite aos clientes uma “experiência muito ágil de compra, com confirmação de transação praticamente instantânea e taxas próximas de zero”.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).