O turismo de negócios começa a esboçar recuperação, diante do retorno gradual do trabalho presencial. Em julho, as empresas do setor faturaram R$ 351 milhões, avanço de 252,6% na comparação anual, segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), obtido pelo Estadão/Broadcast. No entanto, o desempenho ainda foi cerca de 64% inferior ao registrado no mesmo período de 2019, antes da pandemia.

Com o progresso da vacinação, a entidade espera que o quadro siga melhorando. “Se não tivermos avanço significativo da variante delta, podemos atingir em outubro a média mensal de vendas de 2019”, diz o presidente da Abracorp, Gervasio Tanabe.

Para retomar os números pré-pandemia, as viagens internacionais precisam se recuperar. Porém, elas estão bem abaixo dó nível pré-pandemia: em julho, a receita do segmento alcançou R$ 37 milhões, ante R$ 226 milhões no mesmo período de 2019.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).