Os juros futuros longos começaram o dia em alta, chegaram a adotar viés de baixa diante do enfraquecimento do dólar ante o real, e voltavam para o terreno positivo. Os curtos e médios, por sua vez, rondam a estabilidade, mas o viés é para queda, após terem subido ontem em ajuste ao tom mais “hawkish” – ou duro – do Copom, sinalizando que o ciclo de aperto monetário pode começar em março. Às 9h16, desta quarta-feira, 27, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 estava em 7,32%, de 7,30% no ajuste de terça. O DI para janeiro de 2023 estava em 5,08%, de 5,09%, enquanto o vencimento para janeiro de 2022 marcava 3,42%, de 3,43% no ajuste anterior.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).